massa 2Como fazer da massa uma aliada positiva na sua alimentação saudável?  A refeição com massas em todo mundo são muito apreciadas, mas constantemente são banidas do cardápio per serem consideradas calóricas e prejudicais a saúde. No entanto, devemos primeiramente compreender o que é massa e os tipos que podemos encontrar.  Você sabia que a massa se divide basicamente em 3 tipos? Secas, frescas e pré-cozidas. As secas são sinônimo de versatilidade e universalidade e possuem diversos tamanhos e modelos. Já as frescas são feitas com ovos e farinha, e as pre-cozidas recebem este nome pois passam por um processo de cozimento no vapor para que grande parte do amido se gelatinize. Posteriormente é levada ao processo de secagem. A vantagem desta massa é a rapidez no seu preparo.

Depois de entendermos as espécies de massas vamos aprecia-la do ponto de vista nutricional. O macarrão, por exemplo é visto um dos vilões na alimentação saudável, mas pouco se conhece sobre qual é o seu papel no cardápio, como ocorre a absorção no organismo humano e até que ponto o seu consumo é indicado. O carboidrato proveniente do macarrão é denominado de complexo, por causa da sua estrutura química maior e mais complexa. Esta composição faz com que a digestão seja mais lenta.

As massas elaboradas com grãos integrais retardam ainda mais a sensação de saciedade pela grande presença de fibras. As fibras modulam a velocidade de digestão e absorção de nutrientes. O uso de grãos integrais ajuda a promover um trânsito intestinal normal, ajudando na prevenção de algumas doenças, como cancêr, diabetes, entre outras. O diabético não pode comer macarrão?  Isto é um mito. Na verdade pode consumi-lo sim, desde que respeite sua cota de carboidratos por refeição.

O importante é comer a porção adequada e sempre combinada com legumes, verduras e outros alimentos calóricos que não contribuam para o ganho de peso. Uma alimentação saudável e nutritiva deve aliar carboidratos, gorduras e proteínas em proporções equilibradas e variáveis.